Como Vender Música - Guia Para o Músico Independente : Blog - Magroove for Artists
Magroove Magroove
close
Free Distribution.
Free Store with
custom merch.
No hidden fees. 
JOIN NOW
Not today

Como Vender Música – Guia Para o Músico Independente

Maio 10, 2021 • 13 min de leitura

Se você está há tempos trabalhando o seu marketing musical e sente que deixou passar algumas estratégias básicas, este é o artigo para você. Aqui vamos discutir objetivamente algumas táticas e tópicos importantes no que diz respeito a como vender música.

Acredite, um marketing bem feito faz TODA a diferença em uma carreira artística. Mas quando falamos em marketing bem feito, estamos nos referindo à valorização de qualidades reais do artista.

Vemos muitos casos de “propaganda enganosa”, onde são atribuídas qualificações inexistentes e deficiências fundamentais sendo ocultas. Isso você NÃO vai aprender aqui.

O que você vai encontrar aqui é uma forma direta e eficaz de criar e aplicar o seu marketing musical e dar um “up” em suas estratégias de como vender música. Você vai conhecer algumas técnicas que podem abrir portas e te colocar de uma vez por todas “no jogo”.

Pesquisando você vai encontrar diversas empresas de marketing musical especializadas em promoção de artistas. Porém, a nossa intenção é te dar condições de elaborar uma estratégia de marketing que traga bons resultados para a sua carreira musical.

 

Mapeando o caminho

Em qualquer plano de marketing, o primeiro passo é entender para quem estamos “vendendo”. No marketing digital isso seria a definição da “persona” da campanha.

Definindo isso, você aumenta muito as chances de sucesso em suas criações. Conhecendo o seu público, você saberá como se comunicar com ele e como atrair sua atenção.

Que tipo de público consume a música que você faz? O que esse público ouve? Onde ele vai? Quem são seus ídolos? O que ele veste e o que consome? São definições fundamentais quando estamos falando em como vender música.

Informações desse tipo lhe ajudarão inclusive na busca de possíveis patrocinadores e parceiros.

Em linhas gerais, nessa etapa você poderá definir itens como:

  • Faixa etária e gênero predominantes do público que ouve o seu estilo musical;
  • Redes sociais preferidas desse público;
  • Artistas que esse público segue;
  • Onde esses artistas estão presentes na web e suas ações de marketing;
  • Perfil das rádios e TVs que esse público ouve e assiste;
  • Onde esses artistas tocam e quem são os seus contratantes.

Esse mapeamento serve como uma base inicial para identificar quem é e onde está o seu público. Mas, tão importante quanto essa análise inicial é a manutenção dela.

O público muda e suas preferências também. Mantenha-se conectado com ele e com suas preferências e você estará sempre “no local certo, na hora certa”.

 

Presença na web

Acredito que você não tenha dúvida que um dos itens mais importantes de seu marketing musical é a sua presença na web. Essa presença, além de redes sociais e serviços de streaming também pode acontecer com um website.

Website

Muitas pessoas acreditam que os websites são coisas do passado. Que basta ter uma fanpage, perfil no Instagram e um canal no YouTube. Não é bem assim.

É essencial ter perfis nessas redes sociais, mas um website também lhe renderá muitos frutos. Pense no seu site como uma casa só sua, onde você pode arrumar as coisas 100% do seu jeito.

Um local onde quem entrar vai identificar na hora a sua branding de artista. Vai ouvir suas musicas e ver seus vídeos sem distrações ou interrupções de comerciais.

Você pode, por exemplo, ter uma loja virtual dentro do seu site. Ela lhe trará ganho financeiro direto com a venda de produtos e, em um segundo momento, ganho de divulgação. Como? Quem comprar uma camiseta da sua banda estará por aí divulgando sua banda.

Você pode até presentear seus fãs com a possibilidade de cantarem com a sua banda tocando para eles. Basta que você saiba como fazer lyric video. E, tenha certeza, tudo isso estará inserido em suas estratégias de como vender música.

O website também é uma plataforma onde você pode trabalhar o seu elevator pitch. Causando uma boa impressão, e sabendo como fazer um bom texto e chamada para o seu trabalho, você certamente terá uma cara mais profissional e confiável tanto para o seu público como para possíveis contratantes. Como vender música será muito mais fácil. Procure também saber o que é press kit e como ele pode se aliar à sua estratégia de website e elevator pitch.

Outro exemplo de uso é a possibilidade de criar uma lista de e-mails ou celulares para contato por WhatsApp. Isso pode ser feito dentro do próprio site ou com uma página de captura, também conhecida como “landing page”.

Landing pages

As “landing pages” são páginas simples, com imagem e título que chamam à ação por meio de reciprocidade. Você oferece algo atrativo em troca de um e-mail ou contato válido. Elas têm um formulário a ser preenchido com os dados do visitante.

Um “mini roteiro” de uma página de captura poderia ser:

  1. Crie um conteúdo que seja atrativo ao seu público;

Ex.: Sorteio de camisetas da banda.

  1. Crie uma promoção vinculada para que o próprio visitante divulgue sua página;

Ex.: A cada 200 pessoas que se inscreverem dobra o número de itens sorteados.

Automaticamente você terá uma lista de contatos com um percentual muito alto de pessoas simpatizantes ao seu trabalho. Você poderá usar essa lista para divulgar suas músicas, shows, sorteios, etc.

 

como vender música

Mídias Sociais

Não podemos falar em marketing musical sem falar de marketing em mídias sociais.

Praticamente qualquer profissional pode se beneficiar com uma boa presença nas redes sociais. Desde que escolha as mais adequadas para a sua área e saiba trabalhar com elas.

Para o mercado da música podemos considerar essenciais: YouTube for Artists, Instagram e Facebook. Temos também o SoundCloud e outras mais específicas.

Mas não basta apenas estar nelas, você precisa fazê-las trabalhar a seu favor. Redes sociais vazias e sem movimentação podem ser um tiro no pé.

É preciso engajar seu público. E ter cuidado com as suas publicações é o caminho para isso. A essa altura você já conhece seu público, então publique conteúdo relevante para ele. Sempre com identidade visual que esteja de acordo com a sua branding de artista.

Caprichar na qualidade das fotos e vídeos, publicar material atualizado, manter uma frequência de publicações farão toda a diferença. Isso ajudará você a ter um bom alcance orgânico, ou seja, suas publicações chegando a mais pessoas sem investir dinheiro nisso.

Existem várias técnicas que você poderá se aprofundar conforme for avançando no assunto: Como impulsionar Instagram e dominar o You Tube for Artists são algumas delas.

 

SEO para artista

São muitas opções de divulgação virtual, mas existe um ponto em comum entre elas: As ferramentas SEO (Search Engine Optimization). Em português, Otimização de Conteúdo para Buscadores.

São elas que farão com que suas publicações e postagens cheguem até seu público e seu público até elas. Como? Fazendo com que seu site e suas publicações apareçam entre os resultados dos buscadores como, por exemplo, o Google.

Este tema é extenso e não vamos nos alongar muito, mas a ideia é atribuir características específicas às suas publicações. Quando alguém procura algo na web, o buscador procura por essas características. Se o seu conteúdo contiver alguma característica que feche com o que está sendo buscado… Bingo! Lá está você na tela dos resultados de busca.

 

Título, descrição e “tags”

Em qualquer mídia social sempre haverá a possibilidade de você incluir título e descrição e, em alguns casos, as “tags” também. E serão essas características que farão com que você “cresça e apareça” na web.

As “tags” são palavras que definem a sua publicação e devem ser separadas por vírgulas. Se você fizer uma publicação sobre aulas de guitarra, use “tags” diretas, como “aula de guitarra, tocar guitarra, aprender guitarra”.

Muitos músicos ainda não dominam essas técnicas, e nem querem. Então, vale a pena você se familiarizar com elas, aprender a usá-las e se colocar à frente de muitos deles.

 

como vender música

Serviços de streaming

Junto com as redes sociais, esse é o grande “achado” dos tempos modernos para a carreira artística e na forma de como vender música. Graças aos serviços de streaming, os artistas não dependem mais das rádios e TV’s para que seu trabalho chegue ao público.

Entre os principais serviços temos:

  • YouTube for Artists
  • Spotify
  • Apple Music
  • Deezer
  • Amazon Music

Colocando sua música nas plataformas digitais

Para que a sua música chegue aos serviços de streaming, você precisará de uma empresa que faça esse trabalho para você. Elas são conhecidas como distribuidores de artistas. Aqui você tem um exemplo de como funciona esse serviço – de graça (!).

Cada uma tem sua forma de trabalhar, então pesquise e escolha a que melhor se adapta a você. O seu distribuidor é quem irá repassar os valores para você, então faça uma boa escolha.

Normalmente a forma de pagamento é em cima dos ganhos, então, você não tem nada a perder e muito a ganhar.

 

Material gráfico e escrito

Alguém já disse: “A primeira impressão é a que fica!”. Então, além de todas as estratégias e técnicas, capriche na parte visual do seu trabalho. Acredite, ainda existe um mundo “ao vivo”, fora do online, então, se estamos falando em meios de como vender música, cuide disso também.

Faça suas fotos e vídeos com o melhor profissional que o seu orçamento permitir. Marque uma reunião com ele, explique detalhadamente o que você quer e qual será o publico alvo do seu material. Não economizar tempo nessa etapa de pré-produção significará economia para o seu bolso mais adiante.

A menos que você seja um profissional do design, alguns outros profissionais serão necessários na criação dos seus materiais. Você precisará de alguém que saiba como fazer capa de disco e como fazer logo de banda. Alguém para produzir um bom release e imagens de perfil e capa com as configurações corretas para cada rede social.

 

Branding de artista

Todo artista precisa identificar e definir a sua branding. Ela é a identidade do seu trabalho.

Muitos artistas cometem o erro de partir para a criação de logomarca, identidade visual de palco, etc. sem uma branding definida. Resultado: Um item não “conversa” com outro.

Importante: O todo o seu projeto de marketing deve estar coerente com a sua branding de artista. É ela quem vai dar a direção para as suas ações, inclusive a criação do seu material gráfico.

Se você ainda não tem a sua, de uma olhada nesse artigo: Branding de Artistas. Você vai encontrar um guia de como organizar a sua cria-la e utilizá-la em suas campanhas.

 

como vender música

Divulgue suas ações

Comercialmente falando, de nada adianta fazer um show perfeito, gravar sua melhor música e ninguém ficar sabendo disso. Então, para cada acontecimento interessante, tenha um bom material de divulgação.

Por isso, além de uma presença virtual, é importante fazer shows, ser visto “ao vivo”. Isso rende comentários do seu público, fotos e vídeos novos e espaço na mídia, antes e depois do show. E claro, publicações online também, tanto suas como do seu público. Em se tratando de uma estratégia de como vender música, isso ganha um “peso” muito grande.

Comece a construindo uma lista de e-mails contendo contatos da mídia especializada em musica, cultura, amigos, contratantes, etc. Existem alguns sites, como por exemplo, o Rádios, que possuem uma listagem de rádios de todo o Brasil. Nem todas disponibilizam endereços de e-mail, mas você pode começar a sua lista por aí.

Monte um release sobre o que você está divulgando, com informações claras e objetivas. Inclua uma foto de divulgação, seus contatos e redes sociais.  Se você estiver divulgando um evento você pode incluir um convite cortesia para o jornalista.

 

Nossa dica

Se você está começando agora a sua caminhada, não pule etapas ou queira fazer tudo de uma vez. Capriche nessas primeiras etapas que conversamos e vá avançando conforme sentir-se seguro para isso.

Lembre-se: Menos é mais. Mais vale uma presença qualificada em apenas uma rede social do que estar em todas no estilo “meia boca”. Pense sua carreira artística como um todo. Tenha um equilíbrio entre sua presença na web e sua atuação na “vida real”.

À medida que você for se tornando conhecido, estará sempre sendo observado. Em suas atitudes, posicionamentos, no palco ou na rua. Sempre estamos na verdade, mas para o artista isso tem um peso maior e deve ser levado a sério.

Uma colocação ou publicação precipitada pode significar vários passos atrás. Aquela frase: “Leva-se uma vida para construir uma imagem e 30 segundos para destruí-la” ilustra bem essa ideia.

 

Magroove a seu serviço

A Magroove oferece diferentes serviços para o músico. Buscamos estar cada vez mais a serviço dos artistas fornecendo não só a mais alta tecnologia do mercado como um bom apoio estratégico e ferramentas essenciais para viver de música.

Nosso principal serviço é a recomendação de música. Nós criamos um app que recomenda música através da leitura de um sistema de inteligência artificial de alta tecnologia que identifica elementos similares entre músicas. Você faz o upload das suas músicas, elas entram na nossa biblioteca e, para o usuário do app, será recomendada a sua música a partir de um “like” que ele dá em outra música. Ou seja, sua música será recomendada lado a lado a canções lendárias. Se sua música tiver elementos similares a Imagine (John Lennon), por exemplo, ela será recomendada ao usuário que der “like” em Imagine. Acreditamos que assim diminuímos significativamente o bloqueio entre o público ansioso por conhecer novos artistas e os novos artistas brilhantes que ficam longe dos holofotes do mainstream.

Nós também somos uma distribuidora para plataformas digitais de música. Temos parceria com as maiores do mercado, como Spotify, Deezer, Apple Music, Tidal, entre diversas outras. Nosso diferencial é que, colocando suas músicas com a gente, você recebe 100% dos seus royalties gerados em todas as plataformas. Não cobramos por faixa, apenas temos uma pequena taxa para manutenção de custos, ficaremos com os primeiros US$ 5,00 que o seu release (cada conjunto de músicas, álbum, EP, etc) gerar de royalties no total (não de cada plataforma).

Assinando com a gente, você também receberá uma plataforma para criar um website para o seu projeto. Este website é customizável e contém trechos das suas músicas juntamente com links para as plataformas onde elas podem ser escutadas por inteiro. Nós também disponibilizamos um serviço de produção de camisetas. Temos uma coletânea enorme de estampas e você pode customizar cada camiseta com o nome da banda, nome e data da turnê e nome do disco/EP. Cuidamos de todo o processo de produção, pagamento e distribuição internacional das camisetas, que podem ser vendidas pelo website que fornecemos.

Para começar, é rapidinho! Em 5 rápidos passos você terá suas músicas nas maiores plataformas de streaming

Comece agora!

Magroove Magroove