Distribuidora de Música - Entenda Tudo Sobre Distribuição Musical : Blog - Magroove for Artists
Magroove Magroove
close
Free Distribution.
Free Store with
custom merch.
No hidden fees. 
JOIN NOW
Not today

Distribuidora de Música – Entenda Tudo Sobre Distribuição Musical

Maio 11, 2021 • 9 min de leitura

Na era da internet é muito importante saber utilizar uma distribuidora de música. Colocar suas canções em DSPs e outros serviços de streaming tem sido um problema para muitas pessoas. A busca quase inacabável pelo melhor serviço é uma luta que os artistas enfrentam desde muito cedo em suas carreiras.

Os serviços de streaming tem ajudado bastante essa questão. Ainda assim, muitos músicos ainda não sabem direito como navegar pelo mundo digital. Com isso, perdem de atingir um maior número de pessoas.

Se você se identifica com as situações acima, continue lendo o artigo. Vamos te dar uma visão geral de como esse meio mudou ao longo dos anos. E também vamos passar algumas dicas para garantir seus royalties.

Antes e depois: o que mudou com o passar dos anos

Você deve prontamente pensar em lojas de disco, quando falamos de distribuidoras de música, sem algum contexto. Lembra daqueles lugares com corredores e mais corredores de CDs e LPs à venda? Essas lojas tornavam possível para qualquer um, tocar nos produtos e até dar uma escutada no material. Com uso de fones ouvido ligados aos leitores de código de barra, o consumidor podia escutar antes de comprar.

Na verdade, muita coisa mudou desde que se tinha a opção de andar pelos corredores, buscando sua banda favorita. Agora, essas lojas estão em extinção. A experiência de comprar um disco físico, se tornou negócio de colecionador.

Da perspectiva da indústria, a mudança nesse sistema deixou de fora muitos intermediários antes envolvidos no processo. Colocar um disco físico em uma loja, na maioria das vezes, era um trabalho conjunto. Estúdios, gravadoras, produtores, distribuidores, donos de loja e assim por diante. Cada uma dessas partes recebia uma parte dos lucros ao longo do caminho.

Esse sistema ainda existe hoje, mesmo não tendo o mesmo volume de antigamente, na maneira que a música é distribuída. Com a internet, a indústria fonográfica sofreu um baque. Os artistas precisaram encontrar novos meios de distribuir sua música com eficiência.

No mundo inteiro, as pessoas gastam mais tempo e dinheiro na internet, do que faziam nas lojas de disco. Os preços baixos são outro motivo que justificam a música digital estar no topo. De repente, todos aqueles intermediários não estavam mais no processo. Sendo assim, os artistas conseguiam uma fatia maior do lucro.

Agora, distribuidoras de música focam nos serviços de streaming. Finalmente, bandas e artistas solo independentes, conseguem colocar seu trabalho na mesma “prateleira” de grandes artistas com carreiras conhecidas.

Distribuidora de música digital

Distribuidora de música

Definir o que é uma distribuidora de música pode ser uma tarefa complexa. Muito já mudou ao longo dos anos. De cópias físicas vendidas em grandes lojas, às receitas geradas no iTunes. Para chegar então às plataformas de streaming.

Mesmo que a tecnologia altere a nossa mídia preferida, uma coisa continua a mesma. A necessidade de existir um canal para disponibilizar as músicas.

Simplificando, uma distribuidora de música é quem leva as canções do artista para o público da melhor maneira possível. O que justifica a importância de escolher a melhor mídia para isso.

Decidir como distribuir sua música é essencial para todo artista que deseja viver de seu trabalho. A divulgação nas redes sociais e nos shows, tem papel fundamental na ampliação de seu público. Isso é ainda mais difícil quando se trata de material físico.

Felizmente, hoje artistas do mundo todo podem utilizar a distribuição digital de música para facilitar o essa etapa. Além disso, o processo digital se tornou consideravelmente mais barato. Pois atualmente, muitos dos intermediários que antes faziam parte da distribuição de discos físicos, hoje estão fora dessa rede. E na medida em que diminui o número de participantes, o artista fica com uma parte maior das vendas.

Existem muitos canais para fazer a distribuição digital de música, com diferentes taxas. Se você optar por colocar suas músicas na internet com a Magroove+, você recebe 100% de todos os lucros. Nós apenas ficamos com os primeiros US$5,00 que cada lançamento gera anualmente. Valor usado para cobrir nossos custos administrativos.

Distribuidoras de música na era do streaming

Como você deve ter percebido, muito já mudou na indústria de música digital, desde que entramos nos anos 2000. Para seguir acompanhando, é interessante saber como colocar música no Spotify e outros grandes DSPs, como o Shazam Música e Amazon Music.

No passado, artistas precisavam de uma gravadora com quem assinavam um contrato de trabalho. Essas gravadoras teriam então, o direito de vender os discos e negociar royalties. Depois disso, distribuidoras organizariam estratégias para enviar os discos para o mundo todo. O principal destino desses CDs, LPs e fitas eram as lojas de disco.

Quando o público começou a ter acessoa internet e a copiar os CDs para o computador, tudo começou a ruir. A pirataria se tornou um grande problema. O que ficou claro através da drástica queda nas vendas de discos naquela época.

Logo logo, os downloads ilegais provaram ser uma ameaça para a indústria e para os consumidores. Espalhando vírus de computador e arquivos de baixa fidelidade sonora. Tudo isso no início dos anos 2000. Aí veio o streaming.

Hoje, serviços agregadores – como o Spotify e o Deezer – deixaram muito mais fácil para os artistas lançarem novas músicas. Por outro lado, o consumidor pode acessar discografias inteiras pelo celular.

Distribuidora de música

Mesmo que a distribuição digital seja a rota principal, ainda há muito movimento nos caminhos tradicionais. Existem grandes artistas envolvidos com gravadoras para lançar os seus trabalhos. Infelizmente, isso não é viável para qualquer um.

Grandes companhias só tem espaço para uma porção pequena de nomes. Então, seguir de maneira independente tem sido a alternativa para aqueles que não desejam esperar por um contrato.

Por que fazer distribuição digital de música?

Com o passar dos anos, distribuição de discos físicos perdeu impacto. Principalmente quando comparada com a conveniência dos serviços de streaming.

De acordo com o último relatório da IFPI, as receitas de serviços de streaming cresceram 34% em 2019. Ao final daquele ano, eram responsáveis pela metade das vendas de toda indústria fonográfica. Durante o mesmo período, as receitas de cópias físicas diminuiram 10%. Já os downloads aumentaram em 21.2%.

Ao analisarmos esses números, fica fácil entender porque distribuição digital de música é um caminho lógico. E se falarmos de streaming, o Spotify lidera com o número global de 345 milhões de usuários.

Vantagens da distribuição digital

Existem muitos benefícios ao avançar em sua distribuição digital de música. Confira alguns abaixo:

  • Público maior: Já falamos sobre isso antes, mas vale a pena tocar no assunto outra vez. Nos últimos anos, os serviços de streaming ganharam a preferência do público. Se decidir investir na distribuição digital, você vai atingir um público muito maior do que iria com discos físicos. Os números não mentem e apontam nessa direção.
  • Disponibilidade global: Um dos motivos pelos quais o meio digital cresceu tanto, é por ser muito mais fácil de acessar. Hoje em dia, podemos conferir novos lançamentos com apenas alguns clicks. Se sua música estiver disponível em muitos países diferentes, você pode alcançar um público global.
  • Menos custo: A tecnologia dos serviços de streaming tornou mais fácil e mais barata a distribuição de música. Podemos dizer que não custa nada, quando comparada com os meios físicos. Não é preciso lidar com prensagens, envio, mercado e taxas de venda.
  • Mais liberdade: Outro ponto importante, mencionado seguidamente por músicos. Ao optar por este caminho, encontram distribuidoras de música que não exigem contratos de exclusividade. Ao contrário do que ocorre com gravadoras. Assim o artista é livre para passar o seu trabalho para outra distribuidora quando desejar.
  • Publicidade gratuita: Por último, mas não menos importante. Existe muita publicidade de graça na distribuição digital. Com frequência, os serviços de streaming utilizam os algorítimos para recomendar músicas e artistas. Isso, tendo como base as preferências do usuário. Ultimamente, as playlists tem papel importante em divulgar artistas para um novo público.

Utilizando metadados para garantir os royalties

Distribuidora de música

Apontado pelo The Verge como o maior pequeno problema da indústria fonográfica. O uso incorreto dos metadados deve ser observado de perto por artistas que distribuem sua música digitalmente.

Toda vez que um usuário toca uma música por streaming, royalties são compartilhados proporcionalmente entre todas as partes envolvidas. A distribuição correta dos lucros depende de ter metadados eficientes. Isso quer dizer: preencher corretamente os campos de crédito, com grafia correta de todos os nomes.

Infelizmente, as informações são muitas vezes escritas erradas. Ou ainda deixadas em branco, por duas principais razões. A primeira é a falta de um padrão da indústria, para receber essas informações. Diferenças de banco de dados, entre gravadora e Spotify, por exemplo, pode acarretar na perda de informações.

Erro humano é o segundo fator. Muitas vezes um erro de digitação no nome do produtor, pode fazer com que ele não consiga receber os royalties. Por causa destes erros, existem bilhões em créditos não pagos ao redor do mundo.

Hoje em dia, é comum existir mais de um autor, produtor e editor para uma mesma música. Sempre que ocorre um erro dessa natureza, todos esses profissionais ficam sem receber seu dinheiro de anos de trabalho duro. Uma distribuidora de música competente pode te ajudar a cuidar disso.

Que caminho você deve seguir?

A indústria fonográfica mudou muito com o passar dos anos. A internet revolucionou a maneira como as pessoas escutam suas bandas favoritas. Agora, o streaming é a principal escolha e as mídias físicas são itens de colecionador.

No mundo atual, a maioria das pessoas utiliza Spotify e YouTube. Portanto, faz muito sentido que se priorize a distribuição por esses meios.

Para você que está procurando pela melhor maneira vender sua música – distribuição digital de música é o caminho a seguir.

Magroove Distribuidora de Música

Você também pode colocar sua música nas principais plataformas com a Magroove. E ainda ficar com 100% dos direitos da sua obra. E 100% dos seus royalties! Veja como se inscrever aqui.

Com a Magroove você vai ter sua música atingindo públicos maiores – através de DSPs como Spotify, Deezer e Apple Music. Nós ainda vamos te ajudar a desenvolver seu próprio website com a nossa ferramenta de construção.

Com esse website você vai poder prontamente vender produtos como camisetas customizadas por você! Para isso nós disponibilizamos serviços de produção, envio internacional, processamento de pagamento e atendimento ao consumidor.

 

Magroove Magroove