Microfone Condensador USB - Vale a pena? Melhor que os XLR? : Magroove Blog

Microfone Condensador USB – Vale a pena? Melhor que os XLR?

Setembro 20, 2019 • 7 min de leitura

Especialmente para quem está começando a montar seu home studio, esse pode ser um equipamento um tanto tentador. Baixo investimento, conexões fáceis, mobilidade. No entanto há uma série de desvantagens num microfone condensador USB que devem estar claras antes de qualquer investimento. Afinal você deseja tirar o máximo de suas gravações e produzir materiais com qualidade verdadeira. Conheça então as principais diferenças entre um modelo desses e seus pares XLR. Vamos juntos?

Microfone Condensador USB no Raio-X – os prós

Obviamente, nem todo mundo pode investir imediatamente em uma opção XLR. Se está entrando agora no ramo ou possui pouco dinheiro para investir, o improviso resolve. Pelo menos temporariamente.

Mas tenha sempre em mente que essas manobras devem ser provisórias. Utilize o microfone condensador USB para produções musicais tão só em último caso.

Os pontos positivos dos modelos USB são:

  • Um bom microfone condensador USB é, sim, um condensador: as marcas excepcionais de XLR produzem pares USB. Os componentes destes costumam ser verdadeiramente excelentes;
  • Sendo condensador de verdade, possui características similares: resposta de frequência aceitável, sub-bass e médios mais iluminados, maior alcance de altas frequências, sensibilidade etc.;
  • Não demandam interface de áudio: a conexão é realizada diretamente via USB do computador;
  • São dispositivos completos: possuem, internamente, preamp de microfone e conversor AD. Recebe alimentação de 5V pelo cabo USB (que será convertida em phantom power, tensão necessária para funcionamento do circuito);
  • Atendem muito bem demandas externas: sendo “autônomos”, tornam-se excepcionais em situações de gravação que exigem mobilidade.

Microfone Condensador USB no Raio-X – os contras

Por outro lado, um microfone condensador USB apresentará como características:

  • Alta latência: pois a maior parte do processamento recairá sobre driver e interface interna de áudio do computador;
  • Demanda por uma saída de fone embutida: caso contrário, o aumento de exigência do processamento pode fazer a DAW (Digital Audio Workstation) travar constantemente ao ter de lidar com dois dispositivos, o de gravação (o microfone em si) e a saída nativa do PC (usada para o fone) ;
  • Impedimento de utilizar conversores AD (analógico-digitais) de melhor qualidade: você estará preso ao conversor interno, de fábrica.
  • Qualidade de gravação reduzida: podem não funcionar bem (ou simplesmente não serem compatíveis com) gravações em configurações mais exigentes, como acima de 48kHz ou 24bits.

Todos esses fatores devem ser considerados com cautela. A utilização de um microfone condensador USB para estúdio de gravação musical pode, no fim, não ser satisfatória.

A verdadeira finalidade do Microfone Condensador USB

Bastante gente insiste que, sim, podem perfeitamente ser utilizados num estúdio. O principal argumento repousa em serem vendidos nas lojas de música.

Entretanto isso ocorre não por serem ideais. Mas por serem microfones. Não se trata de uma real fundamentação.

Ocorre que o microfone condensador USB foi idealizado para outros fins. O objetivo principal é baratear a aquisição de um condensador para narrações ou discursos gravados. Afinal de contas, na comparação direta entre um mic dinâmico e um condensador USB, os resultados são gritantes.

Com o advento dos canais de video streaming, tal necessidade ganhou vida. E convenhamos: um canal de ASMR ou um streamer de games não precisa, de fato, empregar tanto dinheiro assim. Basta apenas que a captura da voz soe com certa qualidade. O mesmo vale para locuções.

Dessa forma, o microfone condensador USB funciona muito melhor para esses tipos de trabalhos. Neles indiscutivelmente falamos da alternativa perfeita.

Todavia haverá quem precise, em caráter emergencial, utiliza-los nas produções. Por isso, falemos um pouco sobre o uso na prática.

Problemas de integração do Microfone Condensador USB

É possível que você já possua um bom preamp de microfone, uma excelente interface de áudio; enfim, que seu studio já esteja bem formado.

Sendo este o caso, o microfone condensador USB deixará de aproveitar todos esses benefícios. Afinal não será possível conectá-lo às entradas XLR. Você estará condenado a utilizar uma porta USB, o preamp embutido e conectá-lo por lá. No caso de notebooks, você drenará a bateria deles muito mais rápido já que  o Phantom Power estará sendo criado a partir da energia que ele fornece e não da interface.

Outro problema surge quando utiliza-se mais de um microfone condensador USB. Você ocupará inúmeras conexões do computador, e o processamento será gravemente afetado. É possível inclusive que a DAW pare frequentemente. Nestes casos, seu trabalho estará em risco.

E lembre-se que HUBs USB externos não fazem milagres. Será preciso utilizar um que possua sua própria alimentação. Ou seja, mais dinheiro sendo investido sem as vantagens da interface de áudio.

Microfone Condensador USB e DAW

Outras adversidades podem surgir no momento de integrar o microfone condensador USB e a DAW. Separemos por sistema operacional para trata-los com maior utilidade.

Caso possua uma DAW que não permita utilizar dispositivos diferentes para entrada e saída, será necessário:

– No Mac: criar uma instância de Aggregate Device e usá-la como dispositivo, em sua DAW. É possível também utilizar softwares de terceiros para a tarefa, como o Soundflower;

– No Windows: softwares de terceiros, como o VB Audio Cable. Este donationware permitirá que você crie um cabo virtual conectando os dispositivos. Ao final, será preciso habilitar monitoramento “Listen to this device”, nas configurações do cabo virtual.

Tudo isso será necessário uma vez que o microfone condensador USB utilizará o driver padrão de cada sistema: Core Audio, no Mac OS; WMD, no Windows.

Enfrentando problemas de sincronismo e latência

Especialmente para os utilizadores de PCs com Windows: utilizando um microfone condensador USB, você pode não conseguir sequer abrir a DAW.

Isso ocorre justamente por conta do driver WMD. Não havendo sido projetado para produção musical, ele lida com muito atraso de processamento. Isso gera a latência. A DAW simplesmente não consegue trabalhar assim.

Nestes casos, será necessário servir-se do ASIO4ALL o que é uma alternativa excelente para quem ainda não pode comprar uma interface com ASIO nativo e um mic XLR.

Se você não sabe ASIO4ALL o que é, nada mais é que um software que emula um driver ASIO (presente só em interfaces externas) e toma para si o processamento de áudio, reduzindo a latência e tornando possível a integração com a DAW.

Se precisará utilizar o microfone condensador USB por agora, baixe e instale o ASIO4ALL para evitar complicações futuras.

Modelos recomendados de Microfone Condensador USB

Ar-u200 Sb, da Arcano

O Ar-u200 Sb é uma opção barata de microfone condensador USB. Embora a maioria dos streamers acabe preferindo o BKU-01, trouxemos este. Isso porque o BKU-01 não possui saída de fone para monitoramento. Como antedito, é muito importante aliviar o processamento, servindo-se do conector embutido no microfone.Tendo a saída de monitoramento e custando bem menos, o Ar-u200 Sb possui qualidade satisfatória. Além disso, é acompanhado por uma série de acessórios úteis, como anti-pop e maleta.

Microfone Condensador USB Ar-u200 Sb

O valor médio do Ar-u200 Sb fica por volta dos R$ 250,00 a R$ 280,00.

Blue Yeti USB Blackout Condensador Profissional, da Blue Microphones

O Blue Yeti, da Blue Microphones, é tido como uma joia. Muito se fala sobre sua qualidade de gravação e robustez. No entanto trata-se de um dispositivo de peso considerável. A proposta é ser utilizado fixo, numa bancada de trabalho. Diferentemente do Arcano, o Blue Yeti não é barato. Seu preço varia em torno dos R$ 1.300,00. E ele não possui saída de monitoramento.

Microfone Condensador USB Blue Yeti

C01U PRO, da Samson

O C01U Pro, da Samson, é muito admirado por unir excelência e saída para fones. Além disso, possui um valor mais acessível que outras opções. Encontra-se à venda por valores médios de R$ 570,00.

Microfone Condensador USB C01U PRO

Em resumo

Se precisa apenas sanar uma emergência ou realizar tarefas simples, um microfone condensador USB poderá te ajudar. Narração de games, locuções, canais de Youtube, canto amador etc. são modalidades que aproveitarão bastante bem o dispositivo.

Porém, se deseja levar a sério a produção musical doméstica, espere um pouco. O dinheiro que investiria num USB, guarde até poder comprar um condensador XLR e uma interface.

Além de encontrar menos obstáculos na execução do trabalho, os resultados serão muito superiores. Você não se arrependerá em nada de ter aguardado um pouco. Pelo contrário: terá, em sua casa, um verdadeiro estúdio de trabalho. Suas produções agradecerão.