Bass Trap - Você realmente precisa? O que ela faz? Como construir uma? : Magroove Blog
Magroove Magroove
close
Free Distribution.
Free Store with
custom merch.
No hidden fees. 
JOIN NOW
Not today

Bass Trap – Você realmente precisa? O que ela faz? Como construir uma?

Dezembro 14, 2019 • 8 min de leitura

Não importa se você é veterano ou iniciante no mundo da música, ter um home studio certamente te traz algum benefício. Comodidade, praticidade e liberdade criativa são alguns deles. Só que na maior parte das vezes, ter o próprio local de gravação envolve espaços pequenos, como uma sala ou quarto. Se você está planejando o seu e chegou até aqui é porque já sabe que lugares menores exigem tratamentos acústicos, principalmente de sons graves. É aí que entra a Bass Trap, que funciona como absorvedora de baixas frequências, solucionando o problema. Mas como descobrir qual o modelo mais adequado para o seu caso? Como fazer uma escolha que caiba no seu espaço e no seu orçamento? É possível construir o seu próprio sistema? É isso que eu vou te explicar.

 

O que é Bass Trap?

Eu poderia resumir rapidamente o que é uma Bass Trap apenas traduzindo o termo para “armadilha de graves”. É um equipamento acústico feito para atenuar e absorver ondas de baixa frequência, especialmente abaixo de 250 Hz. Dessa forma, regula a resposta sonora do estúdio. Esse tipo de onda – que produz os sons graves – é de grande comprimento e em salas e quartos pequenos acaba coincidindo com as dimensões do espaço. Isso gera um padrão de onda estacionária. De maneira simplificada, isso significa que as ondas se encontram em um determinado ponto do espaço, somando-se ou anulando-se. Assim, o som grave parece bem mais intenso ou bem mais suave do que realmente é, e interfere na qualidade da reprodução e da gravação.

Por que você precisa dela?

Os cantos da sala são os lugares mais propícios para a interação das ondas sonoras e devem receber atenção especial no tratamento acústico. Por esse motivo a estrutura das “armadilhas de graves” é normalmente triangular, preenchida com material poroso próprio para absorção de baixas frequências – lã de rocha, lã de vidro ou espuma acústica, por exemplo – e revestida com tecido ortofônico. Também podem ser painéis de madeira. Em ambos os casos, elas são instaladas nos cantos da sala, parafusadas à alvenaria. Em geral, se estendem do chão ao teto, mas também podem ser usadas de forma eficiente nos cantos entre as paredes e o teto (e não apenas entre as paredes), aumentando a área útil do estúdio. Há outros tipos de Bass Trap, mas estes são provavelmente os mais utilizados nos home studios.

Como funciona?

Antes de partirmos objetivamente para a escolha do tipo adequado de Bass Trap para o seu caso, é preciso, primeiramente, entender os dois tipos principais de “armadilhas de graves”. Cada um deles funciona de maneira específica.

Bass Trap de pressão

Esses absorvedores atuam geralmente nas regiões da sala onde a pressão sonora é máxima. Por essa razão, são posicionados diretamente contra o local onde as ondas incidem. Assim, ocupam menos espaço. A vantagem é, ao mesmo tempo, a desvantagem desse sistema. Calma, vou explicar. Como funcionam basicamente como ressonadores, eles atuam sobre uma faixa específica de frequência. Por essa razão, são extremamente precisos quando se conhece exatamente as frequências problemáticas da sala. Caso contrário, podem ser ineficazes ou até produzir novos problemas, atuando sobre frequências indesejadas.

Bass Trap de velocidade

São as mais populares. Funcionam absorvendo velocidade da onda sonora, por meio de materiais porosos. Ao contrário dos sistemas que atuam sobre a pressão, aqui a faixa de frequência absorvida é mais ampla. Por isso, a “armadilha” é efetiva para grande parte do espectro grave. Conhecidas como “Broadband Bass Trap” ou “Bass Trap de banda larga”, são capazes de solucionar diversos problemas acústicos com os sons graves. A desvantagem é que quanto maior o espectro de absorção, menos ela atua sobre frequências específicas. Assim, quanto mais necessidade você tiver de atingir uma frequência específica, mais denso terá de ser o material.

Bass Trap triangular

Bass Trap triangular

 

E qual o melhor sistema para você?

Agora que você já sabe resumidamente como funcionam os dois sistemas de absorção de graves, eu tenho informações preciosas para que você faça uma boa escolha.

Os absorvedores de pressão, por atuarem sobre faixas muito específicas, dependem da identificação exata das frequências problemáticas, o que exige algum conhecimento e certas ferramentas de medição – como microfone e software próprios – que podem não estar ao seu alcance. Você também pode contratar uma consultoria especializada para realizar as medições e elaborar uma estratégia personalizada para o seu home studio, mas isso talvez não esteja dentro do orçamento disponível.

Assim, meu conselho é: as Broadband Bass Trap apresentam melhor custo-benefício. Você terá um sistema eficaz para um espectro mais amplo de frequências e provavelmente irá gastar menos para realizar a instalação.

 

Vamos instalar a sua Bass Trap?

Se você chegou até aqui já entendeu que absorvedores de pressão dependem de soluções personalizadas. Se essa for a sua escolha, procure realizar os estudos e medições para montar um bom sistema. Você pode pesquisar um pouco sobre modos acústicos e análise modal para te ajudar a compreender melhor esse processo e aprimorar o planejamento.

Se optou por absorvedores de velocidade, eu tenho mais dicas para você. A primeira delas é que o mercado dispõe de diversas opções desse tipo, com diversos preços. Você encontra equipamentos que variam de R$ 60 – como os prismas de espuma, por exemplo – até quase R$ 1000, no caso dos mais sofisticados. Mas será preciso pesquisar bastante sobre a densidade dos materiais utilizados para ter certeza de que o equipamento será eficaz para o seu caso. A segunda, e preciosíssima dica, é que montar o seu próprio absorvedor é relativamente simples e certamente muito mais barato. Além disso, pode ser mais fácil construir um sistema melhor adaptado às medidas e ao formato do seu home studio do que encontrar um pronto.

O que você vai precisar?

Um dos motivos que fazem a construção de um absorvedor broadband relativamente simples é justamente não precisar de muita coisa. Basicamente você deve providenciar:

  • Madeira para a estrutura (pinus, por exemplo).
  • Lã de alta densidade (sugerimos lã de rocha 32kg/m3).
  • Tecido ortofônico para cobrir (são tecidos com linhas mais abertas, que dão vazão ao som em vez de abafá-lo).
  • Grampos para prender o tecido.

Dicas importantes sobre materiais

Uma opção barata para o revestimento são os tecidos usados na produção de faixas publicitárias (morim, por exemplo). Se quiser deixá-lo mais bonito, você pode tingi-lo da cor que preferir. Mas lembre-se: tingir não é pintar! Pintar o tecido cobriria as aberturas, tornando-o inviável para o seu objetivo.

Use lã de rocha de densidade máxima de 32 kg/m³. A de 64 kg/m³ não é mais efetiva, só mais cara!

Passo a passo

Como já disse anteriormente, quanto mais personalizados os absorvedores às medições e necessidades do espaço, melhores os efeitos. Mas é possível trabalhar com soluções mais genéricas, com bons resultados. Assim, o que proponho aqui é um Broadband Bass Trap triangular para os cantos da sala (parede-parede), uma solução mais universal. Veja algumas instruções para montá-lo:

  1. Com a madeira, monte uma estrutura triangular (prisma) que se encaixe no canto da parede. Ela servirá como suporte para as placas de lã.
  2. Corte as placas de lã de rocha em triângulos e disponha-as uma em cima da outra no suporte, paralelas ao chão.
  3. Cubra a face externa do bloco (oposta ao vértice) com o tecido ortofônico e prenda-o com os grampos.
  4. Para atingir a altura total do chão ao teto, você pode construir dois ou três blocos e empilhá-los.
  5. Pronto, você tem um belo absorvedor broadband, sem-cálculos!
Exemplo da estrutura para montagem da Bass Trap

Exemplo da estrutura de madeira para montagem da Bass Trap

 

Dicas para a montagem

Tome cuidado para não amontoar muitas placas de lã, deixe um espaço entre as camadas e não aperte! A lã foi feita para ser usada fofa. Coloque-a do jeito que vem no pacote, sem apertar.

Você pode fazer a montagem da lã na estrutura de madeira ou construir um prisma de papelão para auxiliá-lo. Neste caso, será preciso usar a madeira como moldura para o tecido que irá cobrir a face externa. O tecido deve ficar esticado para produzir o efeito sonoro desejado. Por isso a importância da estrutura de madeira, onde você irá fixá-lo com os grampos. Este vídeo mostra como fazer.

Quantas Bass Trap devo instalar?

A resposta para isso depende bastante do formato da sua sala, mas também do seu orçamento. De um modo geral, se você puder fazer apenas dois absorvedores, o ideal é que eles sejam instalados nos cantos das paredes que ficam opostos à fonte sonora (referências). Se for possível construir quatro equipamentos, posicione-os nos quatro cantos. E se for possível ter oito, coloque-os nos quatro cantos e nos encontros entre paredes e teto.

Acabou?

O que mostrei neste artigo foi um resumo do funcionamento da Bass Trap e algumas dicas e sugestões para que você monte um sistema prático e barato, que também seja eficiente. Há diversas outras opções. Além disso, em um cenário ideal, o melhor seria combinar no espaço absorvedores de pressão e velocidade, alcançando resultados altamente precisos.

De qualquer forma, você já sabe como começar esse tipo de tratamento acústico de maneira satisfatória e pode aprimorar o seu sistema à medida que a necessidade e os meios forem surgindo. Espero ajudar novamente com o conteúdo de nossa plataforma. Bom trabalho!

Magroove Magroove